Data: quarta, 28 de outubro de 2020
Horário de Brasília: 10:36
Clima

Projeto Saber Viver mantém atendimento a crianças e adolescentes durante pandemia

20/07/2020 Divulgação
Professor grava aula para enviar via Whatsapp.

Professor grava aula para enviar via Whatsapp.

Diante do cenário da pandemia decorrente da Covid-19, o Projeto Saber Viver reorganizou as ações para execução do serviço socioassistencial prestado a crianças e adolescentes da Barra do Riacho e Vila do Riacho. As atividades, sob a modalidade de instrução de vídeo diário, estão sendo enviadas via rede social de whatssap desde março, garantindo a prestação do serviço social aos grupos mais vulneráveis e, ao mesmo tempo, respeitando as regras para se evitar o contágio pelo novo coronavírus. O Projeto Saber Viver é executado pela Associação Amigos da Justiça em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Trabalho (Semds).

As famílias recebem acompanhamento individual conduzido por técnicos do projeto que, juntos, buscam alternativas para que os círculos familiares estejam amparados em suas necessidades. “A proposta do Projeto Saber Viver cumpre as diretrizes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Os beneficiados recebem instruções de educadores físicos, participam de atividades de arteterapia, têm aulas de informática voltadas para o aprendizado sobre o uso das redes sociais e contam com apoio psicológico neste momento angustiante de pandemia”, informa a coordenadora da projeto, Eliane Tartaglia.

Segundo ela, por meio dessa interação, é possível ter uma percepção acerca das necessidades das famílias atendidas pelo serviço neste período de isolamento social. A secretária da Semds, Rosilene Filipo, relata que a adaptação das atividades durante a pandemia visa dar continuidade ao acompanhamento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

“Meu filho está conseguindo fazer as atividades! Muito bom mesmo!”, declara F. P., pai do adolescente R.P, 12. Segundo ele, a assistência ajudou seu filho no que se refere aos aspectos da educação, da disciplina e dos laços de amizade. “O projeto para mim é uma casa. Gostaria de agradecer sempre à equipe pelo lindo trabalho com nossos filhos”, comenta.

Além da assistência às famílias por intermédio de rede social e de ligações telefônicas, também é realizado o atendimento semanal presencial, feito sob agendamento para aqueles que não visualizam os arquivos enviados via whatssap. Este trabalho presencial inclui as ações do Programa Mesa Brasil Sesc através do qual 55 famílias recebem alimentos, tais como frutas e verduras.

Saiba mais sobre o Projeto Saber Viver

De acordo com o Termo de Colaboração firmado entre Semds e a Associação Amigos da Justiça, o Projeto Saber Viver tem como objetivo executar o SCFV para 150 crianças e adolescentes de Barra do Riacho e Vila do Riacho. O foco é o desenvolvimento de atividades que visam assegurar espaços de referências para o convívio grupal, comunitário e social. As ações complementam o trabalho social feito junto às famílias e previnem a ocorrência de situações de risco social.

Como resultados o programa busca promover o conhecimento e potencializar os fatores de proteção de crianças e adolescentes; aprimorar as atividades realizadas pela entidade; contribuir para o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes; promover o acesso de crianças e adolescentes ao direito à liberdade, ao direito de brincar, ao direito à pratica de esporte, de forma que desenvolvam potencialidades e o bom relacionamento social.

Os assistentes sociais dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) de Barra do Riacho e Vila do Riacho encaminham ao projeto as crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e risco social, cumprindo as diretrizes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). “A parceria com a Semds acontece desde agosto de 2016, quando começamos a executar o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos”, conta Eliane.

Todo mês as equipes de ambos os CRAS´s e da Associação de Amigos da Justiça se reúnem para planejar as ações e fazer levantamento para atendimento às famílias que também apresentam situações de risco alimentar e nutricional. “O trabalho é orientado seguindo a demanda apresentada pelas famílias”, explica a coordenadora.

A sede da Associação Amigos da Justiça está localizada em Ibiraçu. O Projeto Saber Viver em Barra do Riacho está situado no espaço social da empresa Evonik, cedido para o projeto. Em Vila do Riacho, a equipe trabalha em um local designado pelo apoio administrativo municipal. O futebol de salão acontece na quadra pública e as aulas de violão, dentro equipamento do CRAS do distrito, atividades interrompidas neste período de pandemia, visando evitar aglomerações. Ao final da quarentena ocasionada pela pandemia da Covid-19, a entidade retornará com a metodologia no formato presencial.

TEXTO: Sumaida Zuccolotto
E-MAIL: comunicacao@aracruz.es.gov.br