Data: quarta, 15 de julho de 2020
Horário de Brasília: 07:56
Clima

Equipe da Secretaria de Saúde da PMA testa Asilo e Casa de Repouso de Aracruz

27/06/2020 Raquel de Pinho SECOM/PMA
Equipe da SEMSA testando idosos acamados no Recanto do Ancião.

Equipe da SEMSA testando idosos acamados no Recanto do Ancião.

Uma equipe da Secretaria de Saúde da Prefeitura de Aracruz realizou testes para Covid-19 em todos os idosos das Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) do Município de Aracruz. A medida foi adotada para prevenir a contaminação dos grupos de risco diante da pandemia e ocorreu na tarde da última quinta-feira (25/06) e na manhã de sexta-feira (26/06).

Segundo a secretária de saúde Clenir Avanza, o objetivo dessa análise era saber a situação das ILPIs para evitar possíveis surtos. “Depois de verificada a situação dos dois locais, a atenção primária, junto com a vigilância epidemiológica, fará o acompanhamento e o monitoramento dos residentes e funcionários”, explica Clenir.

De acordo com a secretária, todos os idosos testaram negativo para o novo coronavírus e apenas dois funcionários, um de cada instituição, tiveram resultados positivos. “Os dois já estão afastados, em isolamento e todas as medidas adequadas estão sendo tomadas”, constata Avanza.

Ao todo foram testadas 128 pessoas, sendo 20 idosos e 24 funcionários na Casa de Repouso Aconchego e 44 funcionários e 40 idosos no Recanto do Ancião.

Segundo Mariana Mota Tessarolo, proprietária da Casa de Repouso particular e presidente do Recanto do Ancião, desde o dia 16 de março foram suspensas as visitas nas duas instituições e todos os familiares e a comunidade foram comunicados.

“Seguimos as recomendações contidas nas Notas Técnicas emitidas pela Anvisa/Ministério da Saúde e outros órgãos fiscalizadores, como distanciamento social, maior rigor na lavagem das mãos, uso de álcool em gel, uso de face shield (proteção facial), máscaras cirúrgicas e N95 em todo período de trabalho, bem como no trajeto de casa x trabalho para os funcionários, sanitização de ambientes, controle e monitoramento de sinais vitais de todos os idosos e funcionários, capacitação semanal para os funcionários, etc”, descreve Mariana.

Tessarolo explica que até o momento não havia tido nenhum caso da doença confirmado em nenhuma das instituições. “Nenhum idoso ou funcionário apresentou qualquer sintoma compatível com a doença. Nosso objetivo sempre foi prevenir, apesar de saber que corremos o risco da contaminação. Portanto, nós solicitamos o suporte da Secretaria de Saúde do município para que nos monitorassem e agora estamos recebendo este suporte”, completa.

 

TEXTO: Raquel de Pinho
E-MAIL: comunicacao@aracruz.es.gov.br