Data: quarta, 28 de outubro de 2020
Horário de Brasília: 09:04
Clima

Ação solidária leva duas mil máscaras à população de Aracruz

02/05/2020 Divulgação SECOM/PMA
Equipe da Semtur fazendo o corte dos tecidos

Equipe da Semtur fazendo o corte dos tecidos

Cerca de duas mil máscaras foram distribuídas em diferentes ruas da Sede e dos distritos de Aracruz, desde a última quinta-feira (28). A ideia de distribuir o equipamento de prevenção contra o novo coronavírus mobilizou uma corrente de solidariedade e voluntariado, envolvendo servidores municipais, pequenas e grandes empresas situadas na cidade.

O uso obrigatório de máscara durante a circulação pelo município é uma das medidas determinadas pelo decreto n.º 37.869, de 21/04/2020. Para facilitar e incentivar a população a adotar este novo comportamento que vem se consolidando na rotina de todos, a Secretaria de Turismo e Cultura (Semtur), inicialmente, reuniu as costureiras da prefeitura para a confecção dos primeiros lotes do material.

A ideia se fortaleceu com o envolvimento de outras secretarias assumindo também a ideia da doação e se distribuindo em diferentes papéis para levar adiante a ação solidária. Os tecidos e demais insumos, como linhas e elásticos, foram doados por secretários municipais para confecção de aproximadamente 100 mil máscaras. Mas como produzir tantas máscaras em tempo hábil frente ao avanço da propagação do vírus?  Foi assim que a corrente se expandiu ainda mais para o restante da cidade com a ação de voluntários que se dispuseram a receber o material cortado para costurar as máscaras.

A equipe da Secretaria de Turismo e Cultura (Semtur) assumiu a tarefa do corte dos tecidos e, com o apoio de servidores das secretarias envolvidas, coordenou a separação e distribuição dos materiais para a rede de voluntariado. Uma das voluntárias na costura das máscaras é Celeida Suave Cardozo Costa, dona de uma loja de confecção de cortinas. Ela tem feito pausas na fabricação das cortinas para se dedicar a fazer essas máscaras. “Acho importante a prevenção contra a doença que tomou conta do mundo. Temos que ajudar o máximo que pudermos, seja como for, participando ou se doando”.

Celeida tem feito as máscaras na sala de costura onde confecciona as cortinas. “Desde o dia 17 de abril já produzimos cerca de 200 máscaras. Nos primeiros dias foi mais difícil porque não estávamos habituadas a este trabalho. Estamos em três, uma passa e as outras costuram. Não temos uma meta, apenas vamos costurando o máximo que podemos e o quanto podemos, até quando precisar”, completa. Além das máscaras produzidas pelos voluntários, outros lotes de máscaras foram distribuídos a partir da doação feita pela empresa Portocel, também parceira desta corrente do bem.

 

Ação nas ruas

 

A Prefeitura Municipal priorizou a distribuição das máscaras nas regiões com maior movimentação em horário comercial, como a Sede (Av. Venâncio Flores, Rua Prof. Lobo, Praça da Matriz, Rodoviária de Aracruz e Mercado Municipal) e os distritos de Jacupemba, Guaraná, Santa Rosa, Santa Cruz, Coqueiral, Barra do Sahy, Barra do Riacho e Vila do Riacho. A entrega é feita por equipes de voluntários vindos de diferentes secretarias municipais.

Segundo a secretária de Turismo e Cultura Flávia Cândida Ferreira Santos, as ações têm caráter orientativo e educativo, no entanto, as equipes estão autorizadas a acionar a fiscalização responsável no caso de comércio e empresas prestadoras de serviços que não estão cumprindo as normas durante a situação de emergência provocada pela pandemia.

As pessoas abordadas são as que estão circulando nas ruas sem máscaras. “A equipe informa que a melhor prevenção contra o coronavírus, no momento, é o isolamento social, a higienização das mãos e a prática dos hábitos da etiqueta respiratória e, se for estritamente essencial sair do isolamento, a pessoa deve utilizar a máscara, com todas as suas recomendações e restrições”, explica a secretária de turismo.

Dentre as restrições estão: tempo máximo de utilização da máscara de duas a três horas; se úmida, descartar ou higienizar; não tocar a máscara e o rosto; manter distanciamento de dois metros; manter a higienização das mãos ao colocar e ao retirar a máscara e sempre que necessário; praticar a etiqueta respiratória; sendo máscara de tecido e, ela estando íntegra, sem rasgos, furos, deixar em solução de hipoclorito - água sanitária - por no mínimo 30 minutos e, após este procedimento, lavar com água e sabão, separar de outras roupas, e depois de seca, passar com ferro quente.

As máscaras confeccionadas pelo município são de tecido em algodão 100%, costuradas em camada dupla, conforme orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde. Cada kit preparado pela Semtur contém 100 máscaras cortadas e embaladas para o voluntário finalizar a confecção. A pessoa interessada em se inscrever voluntariamente para costurar as máscaras deve entrar em contato com a Semtur através do telefone (27) 9 9746-8766, inclusive por meio do WhatsApp.

Estão envolvidas nas ações, a Secretaria de Turismo e Cultura (Semtur) que está na coordenação geral da ação; Secretaria de Administração e Recursos Humanos (Semad), Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Semde), Secretaria de Desenvolvimento Social e Trabalho (Semds), Secretaria de Educação (Semed), Secretaria de Esporte Lazer e Juventude (Semesp), Secretaria de Finanças (Semfi), Secretaria de Governo (Segov) e Secretaria de Habitação e Defesa Civil (Sehab)

 

TEXTO: Raquel de Pinho
E-MAIL: comunicacao@aracruz.es.gov.br