Videomonitoramento: Novas câmeras contratadas pela prefeitura de Aracruz estão em fase de teste

22/01/2019 Renato Lana
A Central de Videomonitoramento atuará de forma integrada e harmônica com o Cerco Eletrônico, mantendo o vínculo de subordinação operacional com o comando da SESP

A Central de Videomonitoramento atuará de forma integrada e harmônica com o Cerco Eletrônico, mantendo o vínculo de subordinação operacional com o comando da SESP

As 26 câmeras contratadas pela prefeitura de Aracruz que irão compor o sistema de videomonitoramento da cidade já estão em fase de testes desde a última semana e devem entrar em funcionamento na primeira quinzena de fevereiro. As outras 40 câmeras do projeto Olho Digital continuam funcionando normalmente. Juntas, essas 66 câmeras farão a vigilância da sede administrativa, orla e distritos.

Elas têm o poder de captar imagens a uma distância de dois quilômetros em linha reta e em 360º, com nitidez focal, capaz de captar ocorrências dentro de estabelecimentos comerciais, como os caixas, por exemplo. A velocidade de transmissão ocorre em tempo real. As imagens de interesse são gravadas e armazenadas em um disco rígido para pesquisa e averiguação posteriores.

Reformulação
Todo o sistema de videomonitoramento passou por uma reformulação no início de junho de 2018. Na época foi concluído a instalação de uma fibra ótica que sai da central e vai até o 5º BPM, oferecendo aos policiais acesso direto às imagens, o que possibilita uma fácil interação e visualização com Centro Integrado Operacional de Defesa Social (CIODES), favorecendo um melhor atendimento e definindo mais rapidamente qual procedimento a ser adotado. Antes esse sistema funcionava via rádio, com uma qualidade inferior.

Um outro fator importante que ajuda nessa rapidez do atendimento foi a instalação de um aparelho telefônico entre as localidades, que funciona como um rádio comunicador. Por meio de um único botão, (ramal), o CIODES é acionado, disponibilizando uma viatura diretamente ao local da ocorrência.

Cerco eletrônico
A prefeitura de Aracruz assinou no dia 26/12/18 um Convênio de Cooperação Técnica com a Secretaria do Estado da Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo para regularizar o sistema de Cerco Eletrônico no Centro Integrado Operacional de Defesa Social (CIODES). Ele atuará de forma integrada e harmônica com o Sistema de Videomonitoramento já presente na cidade, porém independente, mantendo o vínculo de subordinação operacional com o comando da SESP.

Desta forma será possível apurar veículos que foram furtados ou roubados, além de outros com restrições que estejam circulando. As polícias Civil e Militar que atuam em Aracruz poderão realizar atividades investigativas, de inteligência e prisões de suspeitos, além de outros crimes no qual o veículo seja o meio de transporte utilizado. Em Aracruz serão implantadas 32 câmeras que funcionam como uma barreira eletrônica de alta tecnologia, para o reconhecimento ótico de caracteres capazes de identificar todos os veículos que passarem pelos pontos de barreira.

 

TEXTO: Renato Lana
E-MAIL: rfaria@aracruz.es.gov.br