Aroeiras do Riacho: 151 hectares de restinga protegidos com criação de nova Unidade de Conservação

07/06/2018 Foto: SECOM

Ao todo 151, 0696 hectares de restinga estarão protegidos com a implantação da nova Unidade de Conservação Ambiental em Vila do Riacho. A Área de Relevante Interesse Ecológico Aroeiras do Riacho entra na lista de UC’s administradas pelo município, ampliando a extensão de áreas verdes da Mata Atlântica preservadas no território de Aracruz.

Biodiversidade em destaque
Uma extensa área verde que abriga inúmeras espécies de animais e plantas brasileiras e que revela paisagens únicas do litoral aracruzense. Localizada na região de Vila do Riacho, a Área de Relevante Interesse Ecológico Aroeiras do Riacho, passou a ser estudada pela Prefeitura de Aracruz, através da Secretaria de Meio Ambiente (SEMAM) em novembro de 2017, com o objetivo de proteger uma das vegetações mais encantadoras da Mata Atlântica: a restinga.

“Dentre as categorias de Uso Sustentável, a que se mostrou mais adequada à presente proposta foi a ARIE – Área de Relevante Interesse Ecológico. A ARIE é uma área em geral de pequena extensão, com pouco ou nenhuma ocupação humana, e tem como objetivo manter os ecossistemas naturais e regular o uso admissível dessas áreas e compatibilizá-lo com os objetivos de conservação da natureza”, explica o secretário de Meio Ambiente, Wagner Carmo.

Próximos passos
A partir da Consulta Pública realizada em maio, junto à comunidade de Vila do Riacho, a Gerência de Recursos Naturais SEMAM produzirá uma nota técnica avaliando a última reunião. A partir daí será publicado o decreto que concretiza a criação da Área de Relevante Interesse Ecológico Municipal de Vila do Riacho.

“A criação da unidade em Vila do Riacho se revela uma medida administrativa que fecha o ciclo de preservação da biodiversidade ambiental. Dessa forma, Aracruz passa oferecer para toda a sociedade capixaba quatro unidades de conservação que são ricas em biodiversidade, garantindo ambientes naturais essenciais à qualidade de vida humana para presentes e futuras gerações”, salientou o secretário.

Entenda o que é uma Unidade de Conservação
Unidade de Conservação (UC) é a denominação dada pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza (SNUC) (Lei nº 9.985, de 18 de julho de 2000) às áreas naturais passíveis de proteção por suas características especiais. São "espaços territoriais e seus recursos ambientais, incluindo as águas jurisdicionais, com características naturais relevantes, legalmente instituídos pelo Poder Público, com objetivos de conservação e limites definidos, sob regime especial de administração, ao qual se aplicam garantias adequadas de proteção da lei" (art. 1º, I).

As UC’s possuem o objetivo de preservar e conservar os remanescentes dos ecossistemas naturais, possibilitarem a manutenção da biodiversidade, valorizar a paisagem da região e assegurar condições de bem estar público. Por se tratar de uma área protegida, o local também poderá ser aberto a pesquisas, recreação e turismo controlado.

Conheça as Unidades de Conservação que atualmente são gerenciadas pela Prefeitura de Aracruz:

Parque Natural Municipal do Aricanga
Parque Natural Municipal David Victor Farina
Reserva de Desenvolvimento Sustentável Municipal Piraquê-Açu e Piraquê-Mirim

TEXTO: Luã Quintão
E-MAIL: lrangel@aracruz.es.gov.br